...I want to know you, better than I know myself, I want to feel the end, and enjoy the consequence ♫♪


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Sei lá!


É complicado definir em palavras,tamanha melancolia
O que seria isso?
Talvez seja apenas o reflexo do excesso de tristeza...
Ou não, talvez seja a consequencia de não poder ter,
algo que desdenha mais do que a própria felicidade;
É engraçado por que isso que desejas é exatamente a sua felicidade.

Percebi que as coisas nunca saem da forma que idealizamos;
Isso me causa pânico, pois minha vida é baseada em sonhos...
Ah! que ignorância da minha parte,
Nenhum sonho continua perfeito ao sair da nossa mente...
Tanto que Deus idealizou seres humanos perfeitos
mas ao criar, nos tornamos mais que imperfeitos...
Nem a própria perfeição consegue ser perfeita
Então para que tantas regras e limites?
Somos todos imperfeitos, portanto somos livres.
Ou não... Ah! Dane-se.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Ser ou não ser? eis a questão!

Oi povo-preto! =B

Desculpem pelo meu sumisso, é que andei muito ocupado ultimamente,
Estava (estou) numa luta quase que interminavel contra o tédio e a preguiça.

But... hojê como estou "felizmente triste" resolvi usar a minha vasta inspiração e criar
uma das maiores obras do seculo XXI. Pois bem!

Sem titulo

Minha intenção nunca foi rimar
Mas sim, atravez de palavras ,
A merda dos meus sentimentos expressar.

As vezes em pensamentos vulgares, me perco,
Frases subliminares escrevo.

É inevitavel, por tempo,
De palavras despreziveis tento me abster,
Porem quando nada tenho para fazer
Crio esses poemas idiotas que agora vocês podem ler.

Por obséquio, quando não tiverem inspiração,
Não criem esses conjuntos de letras impensadas
Que não valem sequer, um tustão.
Nossa! que bosta... ou não!
Por que de certa forma essa realmente (novamente) fora a minha intenção².


AHUEHAUUEHAUHEUA, sem comentarios!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011