...I want to know you, better than I know myself, I want to feel the end, and enjoy the consequence ♫♪


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Sei lá!

A chuva cai
A tristeza que esvai é imensurável,
O céu despeja toda sua magoa sobre a terra.
O fogo lentamente se alastra sobre a lama ensanguentada
Tornando o ambiente apocaliptico,
Certamente o cenário perfeito para uma fotografia.

Os gritos ecoam por todos os lados
Pela primeira vez me sinto livre;
O manto de sofrimento é quase tocável,
E a única coisa que os olhos refletem é
desespero.

Vejo pessoas implorando ao altíssimo
Enquanto outros estão vazios.
O choro chega aos meus ouvidos,
como uma leve melodia mórbida e agonizante.

Me sinto feliz!
O planeta se torna o inferno,
A dor é onipresente,
A paisagem é funesta,
A vida é frívola;
E os Deuses choram...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Fragmentos

"Não pense apenas no agora, pois futuramente você será obrigado a pensar no amanha. Não pense apenas no amanha, pois tudo depende do agora pra ele chegar."
Isso foi o que eu disse para meu pai. Não me acho o Dono da Verdade ou mais sábio do que os outros. Me questiono constantemente e sempre que digo algo desse tipo, me pergunto como eu sei disso, como eu posso ter tanta certeza e se eu consigo agir de tal maneira.                                 
Costumo aconselhar muitas pessoas. Poucas eu já não aconselho mais, ou por condição mental ou porque acho que elas estão aptas para evoluir e se auto questionarem sozinhas, por mais que a maioria não tenha consciência disso. Sinto e percebo que realmente consigo ajudar as pessoas quando quero, mas como posso estar tão seguro de que estou falando algo verdadeiro? Serie este o meu dom? pois eu acho que não tenho nenhum.
Simplesmente sei, não sei por que e talvez eu também não saiba pra quê e interiormente, tenho medo de algum dia perder esta capacidade. Normalmente consigo enxergar alem dos olhos de uma pessoa, conseguindo interpretar um pouco de sua alma e o que se passa ali por dentro, sei que algumas pessoas ao meu redor duvidam disso... eu não me importo pois, será que eu realmente posso fazer isso? ou eu ACHO que posso fazer isso?. Não acredito em intenções psicológicas e dons adquiridos atravez da fé, para mim, ou você tem ou você não tem, apenas isso.
Quando eu era "criança", tinha mais confiança e não tinha medo de falar e quanto mais eu acertava mais eu falava, mas inusitadamente tive a impressão de estar persuadindo as pessoas e perdi toda minha confiança. "Hoje em dia" (minha professora sempre disse que este termo deveria ser substituído por 'atualmente em um texto) eu fico apenas pensando sobre minha percepção e interpretando as coisas ao meu redor.
Sei que me falta confiança e por mais que minha alma tenha um aspecto multavel constante, uma coisa que nunca mudo é minha teimosia e minha esperança de que eu ainda vou compreender tudo.
 

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Tédio.

Sinto-me uma lesma no meio do deserto '-' kkkkkkk.

Bem que poderia acontecer algo diferente e bom \o/, não sei por que, mas pelo menos umas doze
vezes no ano cresce uma vontade enorme em mim de querer coisas que fujam do padrão (ou seja uma vez em cada mês -.-').

(inicio da ironia)
Ah! meu natal e ano novo vão ser ótimos *-*, vou ficar em casa com meu gato e meu cachorro vendo todos curtindo, enquanto eu SOBEJAMENTE FELIZ usufruo do momento e reflito sobre o quão maravilhoso foi meu ano... definitivamente o melhor \o/.
(término da ironia)

...Neste deserto precário e escaldante o jeito é de lesma, tornar-se um lagarto. Pior não fica, eu acho ¬¬. 


Te amo Veronica ♥ HUAHUEHUHAU


sábado, 3 de dezembro de 2011

Despótico.

Nem sei por onde começar. 03:03 da madrugada, 03 de dezembro de 2011, como sempre tudo esta confuso. Mas dessa vez é diferente, eu acho... é, realmente é diferente.

Estou perdendo minha fé, enfraquecendo. A unica coisa que me sustentou até hojê aqui foi minha crença no universo e nessa força desconhecida que o reside. Definitivamente, nunca estive tão vulneravel. Ja não se trata mais de depressão ou qualquer conturbação terrena, é algo mais serio. Estou no final do ano, momento que fico mais propenso a mudanças e alem disso estou em uma epoca em que se inicia um novo ciclo, portanto essa perda de fé esta me assustando; tenho medo de grandes mudanças, não sei o que posso me tornar.

Se eu soubesse como deixar este Demonio tomar conta de mim, certamente o faria agora!. Por mais que eu grite, por mais que eu suplique ele não implode... ao invez disso lentamente surge e resurge, ora sinto ele distante ora quase ouço sua respiração em meus ouvidos.

Um véu delgado nos separa, não só dele, como também de muitas outras coisas. Sei disso.










sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Fim de ano o/

Pois é, ja estamos em dezembro e parece que o ano se iniciou ontem =/.
Ouvindo uma musica dos Titãs, percebi que a letra era inerente ao que eu estava refletindo sobre 2011.

Enfim, eu definitivamente em 2011...

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração...

[...]

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...  ♫♪♫


Titãs - Epitafio